sábado, 1 de março de 2008

Como começou o Tudo sobre Tibia?

Como é possível notar olhando na barra de endereços do seu navegador, agora o endereço deste blog não mais é um domínio genérico do blogspot (http://magnushotblood.blogspot.com) e sim um endereço que pertence exclusivamente ao próprio blog: http://www.tudosobretibia.com ! Mas não se preocupe, todas as páginas do endereço antigo redirecionam automaticamente para o novo ;-).

O novo endereço é um passo importante para apresentar um maior profissionalismo aos visitantes, isto não só ajuda os leitores a acessarem mais facilmente o site como também reforça uma imagem mais única do blog.

No presente artigo, para comemorar essa mudança eu irei contar um pouco das origens do blog.

1. O meu início na Internet

Este blog é fruto de experiências que eu adquiri bem antes de que ele fosse criado, na realidade muto antes de eu sequer pensar ou mesmo saber que iria criá-lo.

Não é de hoje o meu interesse em escrever blogs, tudo começou em 2003 quando eu comecei a acessar a Internet, foi quando em entrei na faculdade. Eu queria experimentar várias coisas legais que eu havia ouvido que era possível fazer na net, dizem que a Internet é ótima para pessoas introvertidas pois facilita a se abrir melhor com outras, ao menos comigo isso é verdade. Inicialmente eu comecei a buscar pessoas para me corresponder (PenPals), eram pessoas de vários países e foram trocas de mensagens bastante frutíferas, elas me ajudaram a conhecer melhor outras culturas e a me relacionar melhor com os mais diversos tipos de pessoas, contudo infelizmente aos poucos fui perdendo o contato um a um mas esse não é o foco do presente texto.

Outra coisa que eu tinha vontade de tentar era ter uma página minha na Internet, mas o problema: eu não tinha a menor idéia de como fazer isso. Eu costumo guardar na minha cabeça várias coisas que me pareceram interessantes, mas que no momento que eu as vi não me tinham muita utilidade, e depois quando eu preciso delas eu já sei mais ou menos por onde começar. Uma dessas coisas é que eu sempre via endereços de sites terminados em "hpg.com.br", algo muito comum na época, então eu me lembrei disso na hora que eu não sabia como fazer um site então eu fui nesse endereço para dar uma olhada...

Na época o HPG oferecia hospedagem ilimitada e de graça, por isso era tão popular. Contudo, depois de uma pesquisa pelo site descobri que eu tinha duas opções: usar a ferramenta construtora de sites deles ou fazer eu mesmo a minha própria página do zero. Essa ferramenta era extremamente limitada, e eu conseguiria fazer apenas um site bem tosco com ele, e por outro lado eu não tinha conhecimento técnico algum. Pelo o que eu tinha entendido na época, eu tinha de saber um tal de "HTML" para construir sites, então eu corri atrás de páginas que falavam dele. Eu nunca acabei realmente lançando um site no HPG, porque nem bem eu tinha idéia direito que tipo de site fazer e seria bem difícil fazer direito (naquela época, eu nem computador em casa tinha, e também o meu tempo era - e continua sendo - curto), mas ainda assim eu consegui aprender várias coisas sobre montar páginas e HTML, e também descobri e aprendi mais sobre CSS.

2. Meus primeiros blogs

Na segunda metade de 2003 surgiu o interesse em montar um blog meu, pois mais cedo em 2002 eu havia visto na televisão uma reportagem sobre uma moda que estava surgindo: os blogs. Isto havia despertado o meu interesse no assunto. O site de blogs que todo munto falava na época era o blogger.com.br, e foi nele que eu acabei me cadastrando.

Eu resolvi fazer um diário virtual meu, intitulado "Aventuras de um estudante de Química". Eu não tinha muita experiência com Internet, então o layout do blog era meio confuso, mas isso não foi problema para atrair o interesse para o blog de pessoas que estudavam comigo e de algumas outras. Eu escrevia lá não o que havia acontecido comigo, mas também outras coisas que eu interessantes que eu queria compartilhar, e eu também recebia dicas de um de meus PenPals do que escrever. Eu acabei na mesma época criando um novo blog, que eu chamei de "Loucuras da Web". Nele eu postava imagens engraçadas que eu encontrava pela Internet.

Infelizmente eu fui perdendo o interesse com os dois blogs. Não sobrava muito tempo para eles, eu também tinha de atualizá-los meio que escondido (já que os computadores da universidade não era para esse tipo de coisa), e quando eu entrei de férias acabei ficando alguns meses sem poder atualizar (eu só compraria um PC algum tempo depois). Como resultado de tudo isso, quando eu voltei eu deletei os dois blogs.

Hoje me arrependo disso, mas também se aprende com erros (e também tem o que eu aprendi fazendo eles). Os dois blogs não possuíam um número excepcional de visitas diárias (se chegasse a 10, era muito), mas eram gostosos de se visitar e o pessoal que vinha gostava deles. Tais blogs evidentemente não existem mais, contudo fiquei muito feliz em descobrir outro dia que o Web Archive tinha uma cópia deles (para quem não sabe, o web.archive.org é um site que arquiva páginas da Internet, e assim você pode ver como um dado site era em certa época ou mesmo ver sites que não existem mais, muuuuito legal mesmo!), infelizmente ele não tem cópia de 100% do conteúdo, mas dá para vocês matarem a curiosidade de como eram esses meus dois blogs antigos:
  • Aventuras de um estudante de química
  • Loucuras da Web
    Nota: o Web Archive às vezes tem problemas de mostrar letras com acento, para concertar esse problema, enquanto estiver visualizando uma página nele vá no menu "Exibir" do seu navegador, então escolha a opção "Codificação" e mude-a para Ocidental (ISO-8859-1). Então as letras com acento aparecerão corretamente.
Algum tempo depois, não me lembro exatamente quando (2004 ou 2005) eu criei um outro blog, que chamei de "O Sujeito". Como o Blogger Brasil havia decaído bastante, fui no Blogger Internacional dessa vez (cujos endereços dos blogs terminam em blogspot). A minha idéia inicial era postam quaisquer idéias minhas nele, mas eu não consegui fazer isso e acabei fazendo algo como o "Loucuras da Web" e postava algumas imagens engraçadas, e além disso eu postava alguns textos legais que eu encontrava pela Internet ou recebia por e-mail. Como dá para notar, a originalidade desse blog não era grande coisa, e justamente por apenas postar o que já existia em outros locais eu acabei perdendo o interesse no blog... Também deletei ele, mas infelizmente o Web Archive não possui uma cópia do mesmo.

Em todo o caso, desenvolvi a opinião de por que copiar o que já existe em outro local se os visitantes podem muito bem ir nesse local em vez do seu site? O que havia me desmotivado nesse caso era a falta de originalidade, e desde então eu tive a idéia de que seria necessário ter um conteúdo mais original pois é isso que cativa os visitantes. Um bom conteúdo original é capaz de se divulgar sozinho: uma pessoa que gostou vai passando para outras, e essas para mais outras, e etc. Assim com o tempo vai se construindo um conjunto sólido de visitantes, e que voltam com freqüência.

Devido a eu ter possuído três blogs que não foram para frente, demorou um pouco para que eu tivesse de novo um projeto concreto de fazer outro.

3. Conhecendo e começando no Tibia

Nessas minhas aventuras pela Internet, acabei conhecendo o meu jogo preferido. Em um dia em dezembro de 2004, quando eu estava passando pela sala de computadores da minha faculdade notei várias pessoas ao redor de um computador prestando atenção em uma certa coisa. Fiquei curioso, dei uma espiada e não consegui ver direito o que era, só consegui perceber que era um jogo e consegui ler o nome (tcham tcham tcham tcham!) "Tibia".

Mais tarde fiz uma pesquisa na Internet por essa palavra para achar o site oficial do jogo, e criei uma conta nele, comecei a jogar por curiosidade. Eu tinha gostado bastante de vários ótimos jogos de RPG que eu já havia jogado em vídeo-game (talvez alguns de vocês já tenham ouvido falar de grandes clássicos como "Chrono Trigger" e "Final Fantasy IV", que estavam muito longe de possuir os incríveis gráficos dos jogos atuais mas possuíam excelente história e jogabilidade). Talvez tenham sido os gráficos relativamente simples de Tibia que me relembraram do quanto eu gostei de RPGs clássicos, e assim uma espécie de nostalgia pode ter ajudado a desenvolver em mim um interesse pelo Tibia.

Além disso, era a minha primeira experiência com RPGs online, e me fascinou a idéia de que eram pessoas de verdade por de trás dos personagens que eu encontrava, e não uma coisa controlada pelo computador. Já mencionei mais atrás que a Internet me ajudou bastante a me relacionar com outras pessoas, já com o Tibia eu pude de me relacionar novamente com pessoas dos mais diversos países, o que eu gostei (e gosto) bastante.

O meu interesse pelo jogo foi crescendo com o passar do tempo, e saí pesquisando por Internet a fora muito sobre o jogo; desde que eu me lembre por gente eu sempre tive o interesse de aprender coisas novas, e com o Tibia não foi diferente. Eu sempre gostei de ajudar as pessoas, e com o conhecimento que eu havia adquirido concluí que seria interessante me tornar Tutor e assim ter uma função como ajudante voluntário da comunidade do jogo, e sou Tutor até hoje.

Durante os anos de minha tarefa como Tutor, tive a oportunidade de conhecer muitas pessoas legais e fazer vários amigos. Às vezes, até algumas pessoas preferem me contatar com mensagens particulares para esclarecer uma série de dúvidas sobre o jogo, em vez de usar o canal de ajuda do mesmo. Ao longo de todas as minhas explicações sobre o Tibia, fui começando a sentir que não seria legal se o que foi discutido sobre as coisas do jogo ficasse só entre eu e um grupo relativamente pequeno de pessoas, foi quanto começou o interesse de publicar na Internet as coisas que eu havia aprendido sobre o Tibia.

4. E o Tudo sobre Tibia se concretiza!

Então voltou à tona a minha idéia de fazer um blog, e essa idéia foi amadurecendo com o passar do tempo. Dessa vez eu já tinha a experiência de todas as minhas tentativas anteriores com blogs, elas me ensinaram muito não só do ponto de vista técnico de como se montar uma página mas também de como gerenciar um blog.

Durante as minhas pesquisas sobre o jogo, percebi que sites sobre Tibia existem um monte mas a maioria deles não passa de conteúdo que pode ser encontrado em diversos outros locais. Listas de armas, monstros e outras coisas são úteis sim, mas não há razão de criar uma página apenas com elas se elas podem ser encontradas em n outros locais diferentes (sorte foi do primeiro site que pôs elas). Não só as listas eram repetidas em sites sobre Tibia, mas também muitos textos. Ao meu ver se limitar a copiar literalmente tira completamente o propósito do site, já que exatamente a mesma coisa pode ser encontrada em bastante outros locais.

Julgo interessante salientar que não acho que seja necessariamente um problema apresentar conteúdo de outro locais, pois há uma quantidade tão grande de informações que às vezes fica difícil encontrar aquela que você quer. É perfeitamente válido que um site selecione e reúna no mesmo local as informações mais relevantes sobre um assunto, que normalmente seriam bem trabalhosas de se encontrar e selecionar todas. Mas este não é o caso dos vários sites na Internet que simplesmente copiam algum site conhecido quase que por inteiro.

A minha idéia com o blog é a de fugir do clichê de copiar as mesmas coisas que existem em outros sites, além do mais isso não é necessário porque o visitante pode muito bem encontrar essas coisas nos vários outros sites sobre o jogo. Em vez de pôr um conteúdo que já existe, é bem melhor linkar para os sites onde eles estão (veja que na barra lateral dessa página há os links dos sites sobre Tibia que eu considero como os melhores e mais relevantes). Então eu decidi que o que eu escreveria no blog não seria cópia de algum outro local. Além do mais, é um conteúdo interessante e criativo que atrai as pessoas.

Outra coisa que eu notei é que praticamente não existem blogs em Português sobre o Tibia. Flogs existem em um número gigantesco, mas blogs não consegui achar quase que nenhum, e a maior parte deles se limitava a postar notícias ou textos de sites famosos sobre o jogo (e além do mais a maioria absoluta deles não é atualizada há muito tempo). Fiquei surpreso, pois como Tibia é bem popular no Brasil eu esperava achar um grande número deles.
Nota: pretendo escrever qualquer dia desses um artigo sobre a (quase ausência da) blogosfera tibiana brasileira.

E a virtual ausência de blogs em Português sobre o jogo fez com que idéia de montar um blog sobre Tibia fosse crescendo ainda mais. Isto, junto com o meu prazer de ajudar as pessoas, me incentivou a começar este blog que você está lendo agora. Ao longo de minha experiência no jogo, eu fui aprendendo em quais pontos as pessoas costumam a ter dificuldade no jogo, e a melhor forma de superá-las e explicar direito as dúvidas. Com esta experiência, pude montar de uma forma eficiente os mais diversos artigos sobre o jogo que posto aqui.

Estou bem contente com esse blog, e ele vem recebendo um número cada vez maior de visitas. Mas isso não significa que eu vá descansar no ponto: sempre há espaço para melhorar, e estou bem atento aos eventuais problemas.

5. Palavras finais

O blog não seria possível sem o interesse de quem visita ele, então gostaria de agradecer pelo interesse: muito obrigado, valeu mesmo! Se gostou do blog, então porque não espalhar ele? Pode recomendar a um amigo (veja o link de recomendar do final de cada artigo e no topo dessa barra verde lateral), espalhar na escola, na rua, na LAN House, etc. Agora que o blog possui endereço próprio, é bem mais simples de se lembrar dele ;-)

Nota: a série de artigos sobre "Áreas de caça" continua! Fiquem ligados para a parte 5, que sairá em breve!

0 comentários:

Postar um comentário

Possui elogios? Críticas construtivas? Sugestões? Alguma dúvida sobre o assunto? Outra coisa que gostaria de dizer ou perguntar? Seja bem-vindo(a) para comentar o artigo :-).

Observe que:
- se for fazer uma pergunta teremos o maior prazer em responder as suas dúvidas ;), mas entenda que isto aqui NÃO É um chat, nem MSN ou nada do gênero; por favor compreenda que pode levar algumas horas para alguém responder seu comentário
- se você comentar usando uma conta do Google, haverá a opção de receber as respostas via e-mail
- caso queira responder às dúvidas de outra pessoa, você também é bem-vindo a fazer isso
- comentários de conteúdo ofensivo ou que incentivem as quebras das regras do Tibia não serão respondidos e serão apagados sem aviso prévio

Escreva seu comentário: